Dicas

Programa e-Residency: cidadania virtual na Estônia para empreender!

Para pessoas que querem abrir uma start-up ou começar uma nova empresa, é possível empreender na Estônia! O país oferece uma cidadania virtual para que você crie uma empresa.

Anúncios

Conheça o programa e-Residency: invista em outro país!

Mulher sorrindo e trabalhando em notebook
Então, entende como o programa funciona! Fonte: e-Residency.

O Programa e-Residency é um tipo de cidadania virtual voltado para todos aqueles que querem empreender na Estônia.

Aliás, abrir sua própria empresa já é uma tarefa difícil, agora, abrir uma empresa na Europa pode parecer ainda mais complicado. Mas, com o Programa ficou mais fácil que cidadãos de diferentes lugares empreendam.

Entregador com mochila e celular na mão

Como encontrar vaga de trabalho?

Descubra diferentes oportunidades de emprego e dicas sobre como encontrar uma boa vaga. São diversas empresas que oferecem múltiplos cargos, basta saber se eles se adequam ao seu perfil.

Vale destacar que a Estônia é o primeiro país a implementar este tipo de cidadania. Mas, obviamente, por ser um modelo novo, ele gera muitas dúvidas para todos os estrangeiros do país.

Assim, se você quiser entender um pouco melhor como funciona o e-Residency da Estônia e como pode fazer para abrir sua própria empresa, continue lendo esse texto!

O que é a cidadania virtual para empreender?

Primeiramente, vamos entender melhor o que é o e-Residency. Então, basicamente, esta é uma cidadania virtual oferecida pela Estônia para pessoas de qualquer país que querem empreender. Assim, você se torna um cidadão virtual.

Mas o que isso quer dizer? Significa que você tem acesso ao mundo virtual estoniano e pode realizar investimentos e realizar trabalhos através das plataformas do país como se fosse um cidadão.

Mão batendo martelo de juiz

Lei laboral 2023: quais as mudanças aprovadas e novidades?

Desde 2022 diversos pontos estão a ser debatidos pelo parlamento quanto as mudanças na Lei laboral. Elas devem entrar em vigor ainda esse ano!

Contudo, com o e-Residency você não pode, por exemplo, morar na Estônia. Para isso, seria necessário obter uma cidadania física. O que já não é tão fácil.

Então, para quem está no Brasil ou em Portugal e quer montar um negocio virtual na Estônia essa é a chance perfeita. Dessa forma, você tem direito a uma identidade e então pode solicitar um CNPJ do país!

Conheça mais sobre a Estônia

Mas, antes de você descobrir como ter o seu e-Residency, sua cidadania virtual, é interessante que você saiba mais sobre o país que apresenta essa oportunidade única de investimento e empreendedorismo.

Assim, a Estônia é um país do nordeste europeu membro da União Europeia! Além disso, o país possui pouco mais de 1 milhão de habitantes, o que motiva essa busca por profissionais estrangeiros no país.

Outro ponto importante é que praticamente todo o serviço de burocracia governamental na Estônia pode ser resolvido virtualmente. Ou seja, não há a necessidade de ir até os locais presencialmente.

Dessa maneira, o ambiente online é o mesmo para estonianos e para estrangeiros. Então, o sistema pode se abrir para todos, desde 2014! Ademais, os impostos na Estônia são muito atrativos, vamos ver mais?

Impostos do e-Residency Estônia

Kit e-Residency
Afinal, quais os impostos? Vale a pena? Fonte: e-Residency.

Assim, os impostos cobrados no país facilitam todo o processo para quem adquire a cidadania virtual empreender! Então, com sua empresa estoniana, você paga taxas simples e bem competitivas.

Por exemplo, a única taxa paga pelo seu CNPJ será a de 20% do capital distribuído. Ou seja, do lucro que a empresa obteve. Contudo, o dinheiro que for reinvestido não é taxado.

Dessa maneira, se você quer construir e abrir uma start-up, a opção da e-Residency é uma ótima escolha. Isso porque quanto mais capital você reinvestir, mais sua empresa crescerá.

Por outro lado, os funcionários contratados devem ser cidadãos estonianos. Não é possível contratar estrangeiros que não morem na Estônia mesmo se possuírem e-Residency! Aliás, isso seria considerado evasão fiscal.

Como obter a sua cidadania virtual?

Notebook com cartão e-Residency
Confira como fazer parte do programa! Fonte: e-Residency.

Finalmente, vamos entender melhor como você pode fazer para obter a sua cidadania virtual para empreender na Estônia? Todo o processo é muito simples e ocorre através da internet mesmo!

Primeiramente, é necessário que você retire o seu e-Residency! Para isso, você só precisa entrar no site do programa e seguir as orientações da plataforma em inglês! Assim, você precisa estar com seu passaporte.

É com esse documento que você preencherá o formulário e enviará para o governo juntamente com a soma de 190 euros. Então, depois de pagar a taxa, basta aguardar o seu cartão ser enviado.

Aliás, o prazo de envio é de cinco a oito semanas. Então, fique calmo, o seu e-Residency chega rápido. Além disso, vale reforçar que a entrega é apenas de um documento virtual!

Como começar a empreender com sua cidadania virtual?

Agora, com o seu e-Residency nas mãos, você já pode começar a empreender. Para isso, deve registrar a empresa que pretende criar com um CNPJ estoniano.

Assim, você precisará preencher outro formulário virtual, contendo os dados da sua e-Residency! Então, será necessário fazer o pagamento de uma taxa no valor de 265 euros!

Por outro lado, diferente da solicitação da e-Residency, o processo de abrir o CNPJ local é muito rápido. Demora aproximadamente 30 minutos.

Ademais, com seu CNPJ e e-Residency em mãos já pode começar a empreender e alavancar sua empresa. Se junte aos mais de 100 mil estrangeiros com cidadania virtual e vá empreender na Estônia! 

Conheça como tirar Visto de Residência para Atividade Profissional Independente ou Imigrantes Empreendedores

Bom, viu só como é rápido e fácil começar a empreender na Estônia a partir de uma cidadania virtual? Mas, por outro lado, quer conhecer oportunidades de empreendimento em outros países? Veja como você pode empreender em Portugal?

Sabia que para estrangeiros que querem trabalhar como profissionais independentes ou empreender, é necessário ter um tipo específico de visto? Aliás, um ponto negativo é que esse visto pode ser um pouco burocrático para obter.

Mas, fique tranquilo, nós preparamos um post completo para você tirar todas as suas dúvidas como esse visto funciona, onde você precisa ir, o que você precisa apresentar no dia e um passo a passo de como obter!

Ademais, conheça mais informações exclusivas e comece a se preparar para empreender em outro país! O mais importante é se planejar! Então, clique agora no link abaixo e saiba mais!

Passaporte de Portugal com carimbo de visto aprovado

Visto de Residência para Atividade Profissional Independente ou Imigrantes Empreendedores: o que é?

Para trabalhar ou empreender em Portugal é necessário ter um Visto de Residência. Conheça todas as informações e tipos de visto!

Em Alta

content

Como aderir à corretora Plus500?

Aderir à Corretora Plus500 é um processo simples, rápido, online e seguro. Descubra aqui o passo a passo e veja se vale a pena!

Continue lendo
content

Saiba como fazer o Cartão Oney Auchan e garanta descontos e promoções exclusivas

Confira o passo a passo de como fazer o Cartão Oney Auchan e garanta um cartão com até 3.500 Euros de limite e muitos descontos!

Continue lendo
content

Guia completo: Abrir conta em um banco de Portugal

Abrir uma conta em qualquer banco em Portugal é fundamental para quem quer realizar transações monetárias e ter liberdade financeira no país.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Como pedir o cartão de crédito MediaMarkt?

Veja aqui como pedir o seu cartão MediaMarkt e aproveite todas as vantagens, como bandeira Mastercard e cobertura internacional!

Continue lendo
content

Contas N26 em Portugal: quais são e como aderir?

As contas N26 em Portugal são diversas e cada uma delas possui seus próprios benefícios. Conheça-as agora e saiba as vantagens que ofertam!

Continue lendo
content

Descubra os segredos dos juros do cartão de crédito e como economizar dinheiro!

Juros do cartão de crédito pode ser algo que afasta as pessoas desse tipo de serviço, mas não precisa ser assim! É possível não pagar juros!

Continue lendo