Dicas

IRS Jovem: o que é?

O IRS é um imposto que deve ser pago por todos que possuem renda. Mas, se és jovem, podes solicitar isenção de imposto para melhorar seus ganhos! Descubra como funciona!

Anúncios

Conheça o IRS Jovem: benefício para poupar imposto

Menina jovem sorrindo em frente ao notebook
Confere tudo sobre o benefício! Fonte: Pexels.

Se queres saber o que é o IRS Jovem, fica com a gente que vamos te mostrar tudo! O IRS é o Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Singulares.

Ou seja, esse é um imposto que deves pagar quando trabalha e possui algum tipo de rendimento. Aliás, também é possível acessar o Portal das Finanças e preencher tudo online. Veja no sítio oficial abaixo!

card

Benefício

IRS Jovem

emprego carreira

Aumente seu rendimento disponível com descontos no imposto!

Você será redirecionado a outro site

Assim, existem várias categorias do IRS e uma delas é a modalidade para Jovens! Aliás, essa categoria do IRS passou por algumas reformas recentemente, mas fica tranquilo que já trazemos todos os dados atualizados.

Os jovens têm direito a uma parte de isenção do pagamento deste imposto se atenderem um certo conjunto de características. Então, se és jovem ou possuis algum conhecido ou familiar que tem até 30 anos, fique de olho!

Como funciona o IRS Jovem?

Grupo de jovens na frente do computador
Mas, afinal, como é esse benefício? Fonte: Pexels.

Bom, agora que tu já sabes o que é o IRS, vamos conhecer os detalhes que permeiam este imposto. Primeiramente, este imposto oferece uma isenção parcial dos rendimentos em duas categorias, A e B.

Dessa maneira, a primeira se refere a trabalhos dependentes e a segunda a trabalhos independentes. Mas são todos os jovens que podem usufruir deste benefício? Não!

Apenas jovens que tenham entre 18 e 26 anos e concluído um ciclo de estudos superior ao ensino secundário. Jovens de até 30 anos também podem se beneficiar do IRS Jovem desde que tenham concluído o doutoramento.

Ademais, para poder usufruir do benefício, é necessário que o jovem não seja dependente. Ou seja, ele não deve estar integrado ao agregado familiar dos pais. Por outro lado, existe IRS para estudantes com trabalho temporário, confere!

Trabalho temporário

Então, estudantes que realizam trabalho temporário podem solicitar a isenção completa do IRS. Para isso, devem frequentar um estabelecimento de ensino regularmente.

Além disso, é necessário permanecer como dependente em um agregado familiar. 

Ademais, para ter direito ao benefício é necessário comunicar o estabelecimento de ensino através do Portal das Finanças. Aliás, fique atento a data limite para essa ação é dia 15 de fevereiro de cada ano.

Valor do benefício

Aliás, é importante apontar que esse benefício é válido apenas nos 5 primeiros anos de trabalho, sejam eles consecutivos ou interpolados.

Ou seja, o indivíduo tem direito ao IRS Jovem por 5 anos de trabalho seguido ou interpolado ou até completar a idade máxima, que no caso é de 35 anos. Assim, o que importa é a idade em que deu início ao benefício. 

Ou seja, se tu deste entrada aos 30 anos, poderás usufruir até os 35, que é a idade máxima. Então, caso deixes de contribuir em algum ano subsequente, não terás direito aos 5 anos totais, pois ao atingir 35 o benefício se extingue.

Além disso, vamos averiguar quais são os valores de isenção para poupares:

  • No primeiro ano esse valor é de 50% até 6005 euros!
  • No segundo ano: 40% até o limite de 4804 euros;
  • No terceiro e quarto ano: 30% até 3603 euros;
  • No último e quinto ano: 20% até o limite de 2402 euros;

Vantagens e Desvantagens

Dessa forma, vamos ver algumas vantagens e desvantagens desse benefício? Primeiramente, podes solicitar esse benefício se ainda estiver na instituição de ensino ou a valer após o último ano de estudo.

Além disso, a vantagem que mais se destaca é o fato de tu poderes poupar dinheiro na hora de fazer sua declaração. Esse dinheiro pode ser guardado para futuras despesas ou até mesmo investido!

Contudo, um dos principais pontos negativos é o fato de que este benefício não acumula com outros benefícios, como o Programa Regressar. Além disso, não acumula com o regime fiscal para o residente não habitual. Então fica de olho.

Outra desvantagem é não poder realizar a declaração automática. Mas, ademais, não foram encontradas outras desvantagens de solicitar o seu IRS Jovem! Então aproveita a oportunidade se tiveres essa possibilidade.

Como solicitar o IRS Jovem?

Jovem escrevendo em papel rodeada de colegas
Então, veja o passo a passo! Fonte: Pexels.

Assim, mesmo depois de conhecer todos os benefícios e como funciona o IRS Jovem, uma grande dúvida ainda permanece: como solicitar esse benefício?

Aliás, é necessário manifestar interesse para teres acesso ao benefício, ele não é aplicado automaticamente!

Então, saiba que podes preencher a tua declaração pela internet através do Portal das Finanças que podes conferir no link abaixo.

card

Benefício

IRS Jovem

emprego carreira

Aumente seu rendimento disponível com descontos no imposto!

Você será redirecionado a outro site

Passo a passo para fazer a solicitação do IRS Jovem 

Assim, primeiramente, acessa o sítio do Portal das Finanças e busca a opção do IRS. Além disso, é necessário ter uma senha de autenticação no Portal para conseguir finalizar o processo.

Então, deves ficar atento na hora de preencheres os quadros 4A e 4F do anexo A. Dessa forma, vamos seguir por partes.

Quadro 4A

Primeiramente, preencha a NIF da entidade pagadora dos teus serviços. Além disso, na aba “Código dos Rendimentos”, coloca a opção 417.

Depois, em “titular” deves indicar teu número de identificação e em “rendimentos”, indica sua receita anual. Além disso, no campo “Retenções na Fonte”, indique os valores retidos pelo empregador.

E, em “contribuições”, preencha os valores destinados à Segurança Social. Ademais, se for o caso, podes colocar o montante pago para sindicatos em  “Quotizações Sindicais”.

Quadro 4F

Em “Titular”, preencha o teu número de identificação fiscal (NIF). Depois, na opção “Ano da conclusão do ciclo de estudos”, preencha com a data em que terminou de frequentar a tua última instituição de ensino.

Além disso, em “Nível de qualificação do QNQ”, escolhe a opção correspondente com o teu nível de qualificação educacional.

Em seguida, na opção “Estabelecimento de ensino / País da conclusão do ciclo de estudos”, aponta o nome da instituição em que finalizou teus estudos.

Ademais, pode até parecer complexo, mas se seguires os passos com calma, poderás finalizar a tua declaração de forma satisfatória!

Mais opções: conheça o Abono de Família para crianças e jovens!

O IRS Jovem é uma ótima oportunidade para todos que tem direito de aproveitar essa isenção parcial! Então fique atento!

Além disso, que tal conhecer uma outra opção de benefício? Já ouviu falar do Abono de Família para crianças e jovens? Com esse auxílio é possível ajudar na educação de crianças presentes no agregado familiar!

É possível solicitar o dinheiro até os 24 anos, caso o jovem permaneça estudando! Então, se quiseres saber mais sobre como funciona o abono e como podes solicitar, que tal conferir nosso review sobre o tema?

Clica agora no link abaixo e saiba mais sobre o Abono de Família para crianças e jovens!

Logo do Governo de Portugal

Abono de Família para crianças e jovens 2022: entenda o benefício!

Com o Abono de Família você consegue ajudar na educação e sustento de suas crianças. Descubra agora como funciona, quem pode solicitar e em qual categoria você se enquadra.

Em Alta

content

Cartão Bankinter Gold: como funciona?

O Bankinter Gold funciona como um cartão normal, mas não há necessidade de abrir conta, aproveite os benefícios!

Continue lendo
content

Passo a passo de como contratar a Aprova Intermediação de Crédito

Quer contratar os serviços da Aprova Intermediação de Crédito? Veja todas as formas para ter assistência no crédito habitacional.

Continue lendo
content

Como obter bonificação no spread do crédito? Entenda o que é e como funciona

Confira o que é e como obter a bonificação no spread do crédito! Assim, quem sabe, você consegue reduzir o valor das parcelas e juros!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Conheça o crédito pessoal BBVA!

O crédito pessoal BBVA pode ser a solução dos problemas de quem busca dinheiro extra. Conheça as condições e veja como contratar!

Continue lendo
content

Cartão TAP Platinum ou Bankinter Platinum: qual o melhor?

Seja o cartão TAP Platinum ou Bankinter Platinum, ambos possuem bandeira Visa internacional e vantagens exclusivas. Compare e escolha!

Continue lendo
content

Conheça o cartão de débito Best Visa Electron

O cartão de débito Best Visa Electron pode ser excelente para quem quer comodidade para pagamentos e compras no dia a dia. Conheça mais!

Continue lendo